Se ofendeu é porque foi ofensivo

 

lja reserva
É muito difícil olhar pra si mesmo com honestidade e não encontrar coisas odiosas que devem ser retiradas. Somos criados em uma sociedade baseada em exploração, crueldade e preconceitos, seja racismo, misoginia, homofobia ou especismo.
Sendo assim, é comum, não aceitável, que cometamos erros, principalmente na comunicação.
Felizmente temos muitos olhos alertas, nos ajudando a identificar nossos erros, nossas falhas e ,em alguns casos, caminhos para a melhora. Porém, para que essa melhora aconteça é necessário acreditar que “melhorar é preciso”.
O que vemos acontecer com frequência é o contrário, onde milhares de pessoas são flagradas em seus erros e tentam justifica-los, alegando principalmente que não houve a intenção de ofender, que foi uma brincadeira, que era um texto irônico ou coisas desse tipo.
Piadas racistas, misóginas e homofóbicas pipocam nas redes sociais, no canto do café no seu trabalho, numa festa, entre amigos e até mesmo entre um casal. E quando o fendido se manifesta logo recebe uma chuva de justificativas e até mesmo ataques como “essa é a geração mais chata que já existiu. Não se pode falar nada”, ou “mas foi uma brincadeira, não quis ofender”.
O que muitas pessoas não entendem é que não é preciso intenção para ofender.
Vamos para um exemplo:
Digamos que em certo dia, por um motivo desconhecido, você pegou uma pedra e jogou para cima. Em momento algum passou pela sua cabeça despreocupada a ideia de acertar alguém, machucar, tirar sangue, mas as leis da física nunca deixaram dúvidas de que aquela pedra que subiu iria descer. Digamos que ela acerte a cabeça de alguém e machuque essa pessoa, tirando sangue dela.
Você não mirou nela, não pensou em machucar, mas machucou.
Acontece a mesma coisa com nossas palavras e atitudes, machucamos, mesmo sem querer. Ofendemos, mesmo sem ter a intenção.
É claro que esse texto não contempla aqueles que são abertamente criminosos e miram na cabeça de alguém e jogam a pedra de uma forma que fira o máximo possível. Refiro-me aos milhões que apenas surfam a onda, que se beneficiam dos privilégios obtidos nos últimos séculos com crimes das gerações anteriores e que simplesmente se esquecem da história ou são ignorantes o suficientes para achar que a história começou com o seu nascimento e não acredita em nada que não possa ter visto em seu curto e inexpressivo espaço de vida.
Muitos casos recentes revelam esse olhar míope da nossa geração para o passado, mas o recente caso da Loja Reserva é muito emblemático.
A loja exibiu em suas vitrines em um shopping, manequins negros pendurados de cabeça para baixo. Não demorou muito para que isso fosse devidamente denunciado, porém as justificativas e ataques voltaram em igual velocidade. O mais assustador é percebe que a maioria das justificativas mais terríveis vinham de jovens, pessoas que acreditamos ter uma mente mais aberta para questões sociais e que podem olhar para a história de forma mais crítica e sincera. Tudo isso acompanhado da seguinte citação “a gente ta num mundo tão chato que daqui a pouco não vai poder sorrir pq é preconceito com quem não tem dente”.
Pois é, se você que mora no Brasil, o último país do mundo a abolir formalmente a escravidão, o pais que mais recebeu cativos do continente Africano para o trabalho escravo; um dos países em que a polícia mais mata, curiosamente jovens negro; onde a maioria da população marginalizada e presa é negra, se você mora num pais como esse e não consegue problematizar a imagem de um manequim negro pendurado de cabeça pra baixo, então você tem sérios problemas.
Sigo o seguinte princípio em minha vida: Se ofendeu é porque foi ofensivo.
Simples assim. Sou homem hétero, e neste caso eu posso falar muitas atrocidades sem ter a intenção de ofender, mas ofender mesmo assim. Caso alguém me diga: Rodrigo, o que você falou foi ofensivo. Eu tenho o dever de pedir desculpas e nunca mais repetir. Nada de justificativas, explicações, nada. Peça desculpas e nunca mais repita.
Não importa se você não quis ofender, o que importa é que você ofendeu.
Acredite, entender isso vai lhe ajudar a se tornar uma pessoa melhor e menos babaca.
Repito, se ofendeu é porque foi ofensivo.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s