Master of none – uma série moderna

master of none

Talvez o que mais me afasta da minha geração, nascida nos anos 80, é o meu total desprezo às séries.
Não tenho uma explicação elaborada para isso, apenas não encontro um série que me faça dedicar algumas preciosas horas ao longo de muitos episódios para acompanhar uma história. Quem sabe o problema sejam as histórias, não sei ao certo. O que sei é que assisto os primeiros episódios e invariavelmente deixo de acompanhar. Essa característica me confere uma desvantagem em rodas de conversas, mesmo entre amigos, pois não consigo acompanhar os assuntos, principalmente quando começam a falar dos personagens como se fossem amigos em comum.
Pois bem, o mundo dá voltas, e numa dessas voltas eu achei, sem querer, a série Master os none, criada e estrelada pelo comediante Aziz Ansari. Assisti o primeiro episódio só pra ver qual era da séria, pois nunca havia lido ou ouvido nada sobre ela, não sabia nada sobre a série, mas como é um produção original Netflix fiquei mais confiante para ver alguns minutos.
Comecei na sexta-feira a noite, acabei no domingo, vendo todos os episódios num único final de semana.
A série acompanha a vida do ator nova-iorquino Dev (Ansari), onde situações do seu cotidianos viram combustível para piadas que beiram a genialidade e ao mesmo tempo reflexões que, na pior das hipóteses, renderá algumas horas de conversas entre amigos. Nada escapa do radar de Ansari e Alan Young, co-criador da série, que falam sobre racismo, casamento, filhos, pais, machismo e toda sorte de temas que estão presentes em nossas vidas. Mesmo algumas situações banais, que geralmente deixamos passar sem notar, viram momentos maravilhosos na série, como no episódio em que Dev quer convidar uma mulher para ir à um show. As piadas são precisas, sem gordura, no nível correto para ser engraçado sem tirar a relevância do tema abordado.
Os amigos de Dev também conferem um conteúdo especial aos episódios, mesmo que fique a impressão que poderiam ser ter sido mais utilizados, mas creio que numa segunda temporada (espero que aconteça) eles possam ter mais espaço, mas isso não enfraquece em nada a temporada como um todo.
A produção é impecável, típico das séries originais da Netflix. A direção de arte é elegante, em alguns momentos bem discreta, mas deixa sua marca, é muito difícil não notar o capricho nos cenários, objetos e figurino.
A fotografia é belíssima, proporcionando tomadas lindas, mesmo em cenas simples, conferindo uma aura de produção cara em todos os episódios, sem pompa ou preciosismo.
A trilha sonora é outro ponto de destaque, com músicas inesperadas, mas que de alguma forma casam perfeitamente com o tom da produção, criando as vezes um contraste bonito e inteligente, mas respeitando o conjunto. Não fica aquela impressão de novela, com músicas no modo aleatório, brigando com o clima da cena. Em Master of none tudo trabalha para entregar alguns dos mais belos e engraçados episódios que você verá em uma série este ano. O episódio sobre Nashville é um bom exemplo.
Nada disso seria suficiente, se o texto fosse fraco, mas é aqui o maior mérito da criação de Ansari. Como foi dito anteriormente, nada foge do radar da série, mas tudo é capturado sem pretensão, sem didatismo. Mesmo os temas mais complexos são abordados com simplicidade e honestidade. Os diálogos fogem do padrão em que fica muito evidente que os personagens sabem o que será dito pelo companheiro, pois a imprevisibilidade reina em cada cena. É bem difícil adivinhar o que cada personagem fará eu dirá, mesmo os conhecendo melhor. Também é louvável a capacidade dos roteiristas e diretores da série para mesclar o cômico e o reflexivo, alternando entre os dois sem parecer forçado
O texto não escorrega ao tratar da tecnologia em nossas vidas, principalmente o smartphone, presente em muitos episódios e podemos falar, mesmo que seja um pouco exagerado, que se trata de um personagem não creditado.
A versão dublada, para quem gosta, é muito caprichada e não compromete.
Em resumo, Master of none é o que há de mais moderno, honesto, caprichado e relevante no concorrido mundo das séries. Uma série brilhante.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s