Não sou PT, sou Dilma

Foto Oficial Presidenta Dilma Rousseff.  Foto: Roberto Stuckert Filho.

Foto Oficial Presidenta Dilma Rousseff. Foto: Roberto Stuckert Filho.

Os primeiros serão sempre castigados.
É o que acontece quando algo novo é proposto para um grupo conservador e hipócrita, como aqui em nossa pátria amada e idolatrada. Em certos momentos, acredito que esse verso do hino nacional é uma piada, uma tirada dos compositores, prevendo que um país que nasceu como nascemos, que alimentou tantos crimes e crueldades na sua fundação e escondeu com sua bandeira colorida um poço cheio de racismo, misoginia e ódio, realmente não poderia amar coisa alguma.
Sempre fui apartidário, e sigo assim. Não sou filiado a nenhum, nunca levantei bandeiras em eleições ou conferências. Não digo isso com orgulho, apenas digo.
Embora não exista um partido que more no meu coração, sei de qual lado eu não devo ficar. Sei exatamente qual discurso não devo comprar e reproduzir. Diferencio com quilômetros de distância a bandeira que não me representa.
A bandeira do ódio, do xingamento, da vulgaridade política, hoje representada por parte da direita paranóica delirante que grita pelas ruas com espuma na boca atacando e chutando o primeiro desavisado que cruzar seu caminho com uma camisa vermelha.
E nada me envergonha mais do que os ataques que direcionam à Presidenta Dilma.
A copa do mundo foi terrível em muitos pontos, da visível irregularidade na construção de alguns estádios até a vergonha esportiva em campo. Pouca coisa se salvou daquele evento, mas o que mais me chocou não foi isso.
Logo na abertura do evento, um coro proferiu xingamentos em rede mundial, para mais de um bilhão de pessoas ao redor do mundo, direcionados à Presidenta que estava presente na cerimônia. Milhares de vozes gritando “Dilma, vai tomar no cú!” (peço desculpas por escrever isso, mas já foi dito paro o mundo e precisava deixar claro o quanto foi ofensivo) acertaram meus ouvidos como uma pedra. A sensação de vergonha inundou meu corpo. Vergonha de fazer parte, ainda que indiretamente, daquilo tudo. De compartilhar o mesmo país e idioma com gente desse tipo.
Que tipo de povo ofende alguém assim, da forma mais gratuita e infantil possível? Que tipo de país aplaude isso como se fosse uma vingança histórica? E não vou nem problematizar o fato de ser uma senhora e Presidenta do país.
E o que começou com xingamentos no estádio virou mantra. Jovens, velhos, idosos e até crianças, claro que acompanhados dos seus irresponsáveis, gritam essa frase até perder o fôlego e caírem desacordados. Cartazes em manifestações duvidosas e até adesivos criminosos foram feitos com esse tema.
adesivo-dilma-gasolina-posto-bomba-de-combustivel-petrobras-448001-MLB20250193247_022015-O
Não sou e nunca serei conivente com isso, e se para me opor a tamanha brutalidade eu tiver que escolher uma bandeira, assim o farei e escolho ser Dilma
Eu não sou militante do PT, partido que vem ganhando cada vez mais o meu desprezo, assim como os outros. Não sou Lula, não sou FHC, sou Dilma. A primeira mulher “eleita” para presidir esse país. O seu governo é quase indefensável, com muitos erros e escolhas duvidosas. Mas nada justifica o ataque direcionado a uma única pessoa, principalmente da forma que esta sendo feito. Acredito que o prego que faltava no caixão da moralidade jornalística foi dado com um artigo da Época questionando a sexualidade da Presidenta. Depois disso, para chegar ao fundo do poço eles precisarão subir muito.
Fico me perguntando o que eles acham que estão fazendo.
Será que eles acreditam que a Dilma, mais cedo ou mais tarde, vai ter um ataque de insegurança e sair chorando pelos corredores do palácio do planalto e desistir de tudo? Que ela vai gritar “cansei” e fugir para um sítio?
Acredito que essa turma perde o sono a cada dia que passa e a Dilma continua no cargo. A cada dia que passa e uma mulher continua presidindo o país. A cada dia que passa e mais negros e pobres entram na faculdade.
Eles perdem o sono com isso. Chama o exército, as tropas de choque, o Batman, os Vingadores, todo mundo para dar uma força no golpe, porque do jeito que está não pode. Seus interesses falam mais alto do que a inteligência, do que a moralidade, do que a justiça.  
END8077
A Dilma foi eleita democraticamente pela maioria do eleitorado. Até agora não foi encontrado nenhuma ligação dela com qualquer esquema de corrupção. O próprio líder do PSDB, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, deixou isso claro em uma entrevista.
A Presidenta Dilma é primeira, por isso enfrenta as ondas mais fortes, mas é a primeira de muitas. E depois dela, virão outras mulheres e homens que desafiarão os preconceitos para fortalecer nossa jovem democracia. Virão negros, pobres e todos que representam a verdadeira pluralidade brasileira.
O machismo, o racimos, a xenofobia e todas as armas dessa galera (diga-se de passagem, não são armas só da direita) não vencerão essa luta. Se isso os faz perder o sono, então vão ficar sem dormir até 2018, porque o mandato da Presidenta vai até lá.
Eu e boa parte do povo brasileiro não somos PT, somos Dilma. Discordamos do seu governo, questionamos suas escolhas, mas o fazemos como adultos e não como crianças mimadas que rolam no chão do mercado quando querem um pacote de salgadinho.
Defender a permanência da Presidenta Dilma é defender a democracia e não um partido.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s